20 de novembro de 2015

O Orgulho Negro em Canções

É inegável a influência negra na música contemporânea. Se formos parar para pensar e analisarmos os ritmos musicais de mais visibilidade durante o século XX e agora no século XXI, é impossível não contar as histórias de cada ritmo desses sem ver que todos tem em comum um pedaço de seu DNA negro.
Então pensei, para fugir um pouco de lugar comum de escrever mais um texto sobre o Dia da Consciência Negra (veja bem, não porque enjoei ou não ache necessário - muito pelo contrário! -, mas é para mudar um pouco a abordagem), resolvi fazer uma lista com músicas que gosto e que tem como temática a luta da população negra por mais direitos -  não só no Brasil, mas no mundo. A partir de uma lista que tinha entre 10 a 15 músicas que lembrei de cara, decidi fazer um pequeno texto sobre cinco delas. As outras que sobraram da lista relacionei com as cinco, para que vocês também tenham a curiosidade de conhecê-las.
Desculpem-me se deixei fora dessa lista algumas músicas. Como disse, foi uma seleção rápida e pessoal. Opiniões são bem-vindas!

Vamos à lista!

Stevie Wonder - "Black Man"
 


Belíssima canção do Stevie Wonder em que a gente vê o quanto Brasil e Estados Unidos são, em vários pontos, bem parecidos. Stevie Wonder, ao mesmo tempo em que exalta a diversidade étnica americana, falando de grandes feitos de negros, indígenas, brancos, orientais e latinos, no refrão deixa bem claro que a liberdade pela qual os americanos chegam a dar suas vidas seja algo que chegue a todos, independentemente de sua origem. Em tempos em que estamos cada vez mais buscando o que nos distancia de outros que são culturalmente diferentes, essa canção cai como uma luva para aprendermos com aqueles que taxamos de "diferentes".

Outras músicas relacionadas: "Soldier", Erykah Badu e "Redemption Song", Bob Marley.

Racionais Mc's - Negro Drama



Essa música é muito especial para mim, pois não há uma única vez que eu a escuto e que não passa um filme na minha cabeça. Ela resume, em alguns minutos e ao mesmo tempo, todos os obstáculos, perigos, orgulhos, vitórias (e um bocado de tiração de onda, claro) que um negro pode ter ao longo de sua vida. O texto sobre ela nessa lista que fiz é sucinto de propósito; é uma música que merece um texto à parte, por todo o contexto histórico da época em que foi lançada, por sua narrativa... Enfim. Já deu para perceber o quanto a música é representativa para mim e para muitos.


Kendrick Lamar - Alright



Uma das músicas do contundente álbum "To Pimp a Butterfly", do Kendrick Lamar, que expõe com muita clareza as desigualdades e a tensão racial da sociedade americana em pleno século XXI. O refrão dessa música inclusive virou palavras de ordem em muitos dos protestos contra a violência policial que tiveram por lá no último ano. Seu pré-refrão traduz todas essas tensões que ainda estão presentes na sociedade americana (e sinto bastante similaridade com o caso brasileiro), mas seu refrão mostra que, apesar de toda essa situação, tudo acabará bem.

Outras músicas relacionadas: O último álbum do Kendrick Lamar, "To Pimp a Butterfly", "África Brasil", Jorge Ben, "Boa Esperança", Emicida

Aláfia - Preto Cismado



Uma das inúmeras coisas legais que surgiram na música brasileira nos últimos anos, a banda Aláfia nessa música expõe uma das facetas mais cruéis do preconceito racial no Brasil: o "racismo velado" - e também que não estamos nem um pouco dispostos a tolerar os que acham ofensas algo "politicamente incorreto". Acho essa música uma síntese muito feliz (e cheia de suingue!) do momento que os afrodescendentes vem tendo de uns anos para cá aqui no Brasil, sendo cada vez mais combativos e orgulhosos, e por isso o destaque dela nessa lista.


O Rappa - Todo Camburão Tem Um Pouco de Navio Negreiro



É uma triste relação entre violência policial, desigualdade social e racismo. Comparar um camburão com um navio negreiro não é exagero, infelizmente. Num país que tem uma polícia que muito mata (e também muito morre) e índices assustadores se darmos maior atenção aos que se referem à população afrodescendente no que tange a índices sobre violência, expectativa de vida, anos de estudo, entre outros. Ou seja, é o retrato de que passados mais de 120 anos da abolição da escravatura, a população afrodescendente ainda tem muitos obstáculos a vencer. Vale a reflexão.

Outras músicas relacionadas: "Cê Lá Faz Ideia", Emicida

Nenhum comentário:

Creative Commons License
Um Blog de Nada by Flavio Braga Mota is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License.
Based on a work at umblogdenada.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://umblogdenada.blogspot.com.